segunda-feira, 21 de maio de 2012

Xuxa: Graça sem graça



      Eu assisti à entrevista de Xuxa, nascida Maria das Graças Meneghel, e achei graça. Sem achar graça do fato de que pode mesmo ser verdade o abuso que ela diz ter sofrido (eu não brinco com isto).
     
     Eu achei graça da confissão de abuso sexual na infância ter partido da mesma mulher que, há muitos anos, ensina meninas de oito anos a balançar seus traseiros, de modo sensual e vulgar, dançando ao som de funks de 'cachorras, poderosas e tchutchucas', que ela, Xuxa, divulgou para o Brasil em seus programas 'infantis'.

     Foi Xuxa que lançou o funk para o Brasil inteiro. Ela frequentava o Castelo das Pedras, o tal Furacão 2000 (a mesma turma que animou o aniversário de nove anos da filha Sasha, em 2007). E começou a levar os 'bondes' de funkeiros ao seu programa. A Som Livre, gravadora da Globo, lançou todos os discos do pancadão e, juntos, ganharam milhões de dólares, com a história.

     Eu sempre defendi a tese de que o lugar de Xuxa é na cadeia: crime de lesa-infância. Primeiro, é analfabeta. Quem fala para milhões de crianças não pode cometer 'tu vai' como se estivesse no sofá de casa em Bento Ribeiro, subúrbio do Rio, conversando com os irmãos. Sua platéia inclui crianças em idade de alfabetização. 

      O conteúdo de suas declarações comprovam que ela e livros raramente se encontraram. Depois, com as 'atrações' medíocres e inconvenientes com que ela alimentou a platéia de fãs, Xuxa perverteu, corrompeu e erotizou precocemente milhões de crianças, principalmente meninas. 

     O que dizer e como qualificar suas entrevistas vulgares em que convidados baixavam a calça, mostrando o traseiro e os funks pornográficos e pavorosos que ela impôs ao país, através de seus programas 'infantis' na TVGlobo?

     Agora, Xuxa fica defendendo criancinha, dizendo lutar para que elas não possam levar palmada de pai e mãe. Pater poder não é concessão do Estado. Eu dei palmada na bunda de meus filhos para educá-los e nunca joguei nenhum pela janela. Também nunca os deixei ver Xuxa. Nunca. 

   E mais: o pai de meus filhos é o homem que eu escolhi para viver, construir uma família e amar para sempre.  Não o escolhi como 'reprodutor' de plantel.

6 comentários:

  1. Apoiado Mírian! Chega de tanta hipocrisia!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! A palavra é essa mesma: - hipocrisia

      Excluir
  2. Concordo plenamente...mas tem muito mais a dizer, deste mundo Cão da Xuxa (existe um livro chamado "O Mundo Cão de Silvio Santos"). Tem muita coisa (sujeira) escondida e que não será revelada, nem por ela e nem por ninguém. Ninguém seria capaz de revelar o que e, como aconteciam as festinhas em sua mansão sozinha ou acompanhada(paquitas e afins). Na era de sua guru Marlene Mattos, "ae" sim o "bicho" pegava. Abraços e parabéns!

    ResponderExcluir
  3. "O conteúdo de suas declarações comprovam que ela e livros raramente se encontraram." Perfeito!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo artigo e pelo blog.

    Costumo dizer sempre que pessoas como Xuxa, Carla Peres, os funkeiros entre outras conseguiram influenciar quase toda uma geração, colhemos hoje os frutos plantados por estes ' artistas ' pervertidos, agora temo de ver tantos casos de pedofilia, gravidez na adolescência, consumo de drogas entre outro males.

    Há um ano publiquei um artigo sobre as consequências que o mal uso da televisão causa as famílias e as pessoas, cito de forma irônica a Xuxa, caso julgue útil favor manter o trecho e o link.

    Trecho: .... Aos bebezinhos e crianças vamos indicar os desenhos animados, já que é nesta idade que os humanos desenvolvem o conceito do que é certo e errado, em meios as desenhos vamos colocar sutilmente as pornografias, os palavrões, os gestos obsceno, as mortes dos vilões, já ate imaginei um personagem que vai cair como luva, olha o nome: pica pau, este vai detonar com as cabeças dos filhos dos bobos que forem entreguem para a gente tomar conta. Vamos desenvolver neles logo cedo o desejo de vingança, a sensualidade, o descaso pela vida. Estou pensando em treinar uma atriz pornô, ate filmes com cenas de pedofilia ela vai fazer, depois damos a ela o titulo de ' rainha dos baixinhos ', ela vai tomar conta das crianças a manhã toda. Obá vamos colocar demônios com nomes bonitos tais como fada, guinômo, cinderela. Vamos atacar o bem pela raiz, destruímos o temor a Deus nos corações dele quando eles ainda forem crianças.

    Certo, mas se nem todos os pais forem otários ao ponto de deixar uma TV tomar conta dos filhos? Não vai atingir a raça toda.

    E você acha que não pensei nisto, depois da fase de criança vem a adolescência, pego de cheio nesta fase os que não forem domesticados na infância, já que eles mesmos falam que nesta idade os jovens são rebeldes. Não vai ter erro, vamos colocar pessoas bonitas e sensuais fazendo coisas ruins, assim a maioria deles imitam, já pensou quase uma geração de jovens usando drogas, bebendo, prostituindo, abortando, mentido para os pais, a gente cria o modelo e eles copiam. Lá no Brasil vamos criar uma filial do inferno e vamos denominar ela de Rede Globo, depois vem as outras, record, sbt, redetv, vamos colocar uma porcaria de nome malhação que será interminável, Vai atingir um público excelente por conta do horário.

    E os adultos, estes não tem Jeito. Já aprenderam tudo que tinham de aprender....

    Continua...

    Link para leitura completa do artigo: http://www.edigarcaires.com.br/o_cristao_e_a_tv.php

    Fiquem na paz e que DEUS nos abençoe

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente!
    Compete a nós pais impedir que nossos filhos vejam na bela rede globo pessoas desse nível!
    Abaixo segue o link do meu blog contando o caso de bullying de uma diretora e uma assessora "pedagógica". Vai ver elas são fãs incondicionais dessa XUXA!


    http://bullingnasescolas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir