quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Lixo humano

A militância vegan compara o extermínio de seis milhões de seres humanos à morte de galinhas e vacas. Estes seres desprezíveis usam a palavra 'holocausto' para falar do departamento de abate dos aviários e frigoríficos! Gente nojenta e psicopata, isto é o que é um militante revolucionário das causas 'nobres'.


10 comentários:

  1. Essas pessoas que defendem os animais comparando-os ao holocauto e as outras que defendem o aborto alegando que os pró-vida nunca deveria comer frango, deveriam rasgar seus diplomas, porque tudo que aprenderam não passa de lixo.

    ResponderExcluir
  2. Não devemos considerar nenhum ser humano lixo por causa de suas idéias! Não é bom que seja assim, pois Deus a todos criou. O ser humano vale mais que suas idéias. Devemos orar por esses humanos de mentes enlouquecidas! Não é fácil, mas é assim que Cristo nos ensina! Ufa! E como é difícil! Sede misericordiosos como misericordioso é o vosso pai, disse Jesus!

    ResponderExcluir
  3. "Não devemos considerar nenhum ser humano lixo por causa de suas idéias!"
    Não é bem assim não, Maria. Discordo de você. O próprio Cristo chamou os fariseus de raças de víboras e sepulcros caiados por conta dos comportamentos deles. Claro que os seres humanos em si mesmos são bons, as pessoas são boas enquanto seres humanos, porque tudo o que Deus criou é bom, como você mesma disse. Deus criou a humanidade e a humanidade, em si mesma, é boa. Mas existem seres humanos que são moralmente ruins. Aliás, muitos nem podem mais ser chamados filhos de Deus, pois nem se importam se estão ofendendo ou não a Deus. Por aí há um monte de gente que, moralmente, são como um monte de lixo sim. Ou seja, uma pessoa, enquanto ser humano, é boa, mas pode ser moralmente ruim, entendeu? Eu acho sim, que moralmente, os marxistas, os abortistas, os vegans e muita gente revolucionária e libertária que anda por aí inclusive insultando até mesmo o próprio Cristo, zombando e escarnecendo de Cristo, são realmente raças de víboras. Claro que devemos rezar por eles, mas que são víboras, são mesmo. Admitir que existem pessoas que não prestam não é falta de misericórdia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde você viu na Bíblia que seres humanos são bons? Leia o que você cita antes: "Somos mortos em delitos e pecados". Ninguém que mede as palavras com medo de ofender psicopatas merece o meu respeito. Quem coloca o ser humando no nível de um animal, nem mesmo no nível do animal está. Quem defente este ser humano não está muito distante dele. Saia de cima do muro e pare com esta falsa superioridade!

      Excluir
  4. .
    Não mesmo! Aliás é a própria Misericórdia, pois possibilita a outros que discirnam e pode aproveitar ao próprio "imprestável", a oportunidade de corrigir as suas ações.
    .
    Ocorre que vivemos num mundo de "nem-nem" e de "mêda" de ofender susceptibilidades (menos das pessoas mais fracas e do próprio Deus, é claro!)! Dai a falta de rumos, de clareza; de chamar "pão", de PÃO! e "ladrão", de LADRÃO! (principalmente estes últimos!).
    .
    Mas permita-me corrigi-la, querida Cristiane, Deus fez o mundo perfeito e o Homem, à Sua imagem e semelhança, ou seja, com capacidade de criar e de amar, VOLUNTARIAMENTE.
    .
    Mas, para que este amor pudesse ser autêntico, deveria haver a POSSIBILIDADE de o Homem, por seu Livre-Arbítrio, NÃO FAZÊ-LO.
    .
    E foi justamente isto que ocorreu, com nossos pais primevos, que desobedeceram a Deus, no chamado Pecado Original (Dogma de Fé, no qual hoje ninguém mais crê - os "neo-pelagianos" - e que, portanto, na prática, negam a necessidade do Sacrifício Salvífico de Cristo para nós todos!) e cujas consequências (morte, envelhecimento, doenças, violência, Natureza adversa a nós, etc.) se fazem presentes até os tempos atuais (e como!) e a TODOS nós atingem.
    .
    Então, somos MAUS por natureza, por causa do decaímento provocado pelo Pecado Original e, em termos de comportamento e índole, só nos salvamos pela Graça de Deus atuando todos os dias, em quem se permite deixá-la atuar. Outros, não! Começando com pecados pequenos, logo sofrem como que um "endurecimento" do coração à Graça e entregam-se aos pecados maiores, mais graves, chafurdando cada vez mais neles. Alguns, com regozijo, até!
    .
    Esta é a simples explicação para a presença e atuação do Mal no mundo, malgrado a santificação que a Igreja possa proporcionar e o exemplo de tantos santos, que se esvaziaram de si mesmos e de sua Miséria, para deixarem-se encher pela Graça de Deus. E fizeram coisa maravilhosas e inacreditáveis.
    .
    Mas é claro que existem pessoas que, renunciando VOLUNTARIAMENTE à dignidade humana dada por Deus, merecem ser classificadas como "lixo", mas é certo também que temos o DEVER de orar e fazer penitências por estas pessoas pervertidas, pois enquanto estão vivas ainda lhes há Esperança. E a História é pródiga nas conversões sensacionais de pessoas ruins que inclusive tornaram-se santas!
    .
    Quanto ao JULGAR, julgamos APARÊNCIAS, pois o julgamento do interior da pessoa e de suas intenções é reservado somente a Deus. Mas devemos julgar sim, porque inclusive está escrito "A tudo julgai e ficai com o que é bom". E como decidir entre o bem e o Mal, se não julgamos, objetivamente, as aparências?!
    .
    Quanto aos Fariseus e Sinedritas, sua situação era pior até, daí o porque da fúria de Jesus, pois sendo sacerdotes de Deus cultuavam Baal, o Demônio, em cerimônias secretas, como mesmo Deus fez ver ao Profeta Tobias em caminhada através das paredes do Templo. Quantos não são os seus seguidores, voluntários nos dias de hoje, também?
    .
    Abraços e bençãos para você.
    .

    ResponderExcluir
  5. Richard Smith, obrigada por me corrigir. Você conseguiu explicar a doutrina ainda melhor do que eu. É que na verdade, ainda estou aprendendo e tentando entender a doutrina católica, e às vezes, sem perceber, cometo erros mesmo ao explicar. Mas eu concordo com tudo o que você diz. Abraços e que Deus o abençoe também.

    ResponderExcluir
  6. E tudo o que eu estava tentando dizer é que o homem não é um mau em si mesmo, embora é claro, tenhamos a natureza decaída por causa do Pecado Original. Porque tudo o que Deus criou é bom. Mas se eu estiver errada, por favor me corrija, senhor Richard Smith. Estou aprendendo ainda.

    ResponderExcluir
  7. E não quis dizer que o homem é bom e que a sociedade é que o corrompe. Não concordo com Rousseau. Só para esclarecer. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .
      E sobre Rousseau, dizem que Voltaire dele disse: "Quando leio os seus escritos, tenho uma vontade irresistível de cair sobre meus membros superiores e de não me levantar mais!".
      .
      É pois....

      Excluir
  8. .
    Cara Cristiane, quem dera eu pudesse ensinar algo a alguém (provavelmente seriam apenas coisas que não prestam lá muito, he, he!). No entanto, sempre procuro, como o Apóstolo, "Dar de graça o que de graça recebi!".
    .
    Na minha vida tive um dileto e saudoso amigo que perdeu horas e horas de sua vida (ganhando-as no Céu, tenho a certeza!) em me ensinar e corrigir uma certa rebeldia pedante muito chata!
    .
    Em assim sendo, procuro transmitir, de forma o mais sistemática possível, a fiel Doutrina da Igreja, que é a nossa ÚNICA possibilidade de Salvação, garantida pelo próprio Nosso Senhor. E eu notei que isto é tido como "demodée", "careta", quando não, simplesmente INACEITÁVEL, pois aonde já se viu, ficar por aí transmitindo "bobagens" aos outros?! É a TOLERÂNCIA dos tempos atuais e o que diz a Escritura sobre o "fim-dos-tempos", aonde os homens ODIARIAM a sã Doutrina. Fazer o quê, não é mesmo?
    .
    No mais, de fato o Homem (e só ele!) foi criado "à Imagem e Semelhança de Deus", ou seja, como dito, com capacidade de amar, criar e discernir. Mas...PERVERTEU-SE pelo Pecado Original e suas consequências espalharam-se POR TODOS OS HOMENS (evidencia maior da nossa ancestralidade em comum, não é?) sujeitando-os principalmente à MORTE e às demais vicissitudes da vida - principalmente as que causamos aos outros e os outros causam a nós!, inexistentes no Plano original de Deus.
    .
    Com efeito, os Homens são capazes das coisas mais gloriosas e desprendidas, por amor a Deus, o que revela a maravilha do seu Criador. Mas também, das piores baixezas, crueldades e degradações, o que também revela a terrível face do Mal e a enorme gravidade do Pecado (que mereceu a morte horribilíssima de Jesus, Deus-Verdadeiro, na Cruz!).
    .
    E se eu puder ser-lhe útil em alguma coisa a respeito da Coisa (no sentido de "ONTHOS") que eu acho a MAIS IMPORTANTE na vida, desde já fico, gratamente, à sua disposição: richardsmith2@gmail.com.
    .
    Outros abraços.

    ResponderExcluir